Home / Notícias / Microsoft entra no negócio da maconha.

Microsoft entra no negócio da maconha.

Poucos dias depois de fazer um grande investimento no Linkedin, a companhia anunciou uma parceria com a KIND Financial que pretende  fornecer software para os estados e governos locais para monitorar a venda e distribuição de sementes de maconha.
Embora a maior parte das grandes companhias relutam em se aventurar no negócio enquanto a cannabis for ilegal no âmbito federal, sobre tudo em virtude das dificuldades impostas por bancos e seguradoras, cada vez mais é possível verificar que as empresas vislumbran as amplas possibilidades de negócios derivados dos diversos usos da planta.
Com um montante previsto de mais de 6,7 bihões de dólares em vendas para 2016, de acordo com a ArcView Market Research, a cannabis medicinal já é legal em 24 estados enquanto o uso recreativo é autorizado nos estados de Alaska, Colorado, Oregon, Washington e Washington D.C. É esperado que a California legalize o uso recreativo ainda em 2016.
A Microsoft é a primeira grande companhia a romper o tabu corporativo que rodeia a maconha.
Em um comunicado, um porta-voz da Microsoft disse que a empresa “apoia missões governamentais para regular e monitorar substâncias controladas e itens, a partir do Departamento de Justiça que regulamenta tabaco e armas de fogo para a regulamentação da cannabis legal.”
A KIND, uma das muitas start-ups que procuram se tornar importantes no negócio da maconha, oferece uma ampla gama de produtos, incluindo quiosques de estilo A.T.M. que facilitam a venda de maconha, trabalhando através de alguns dos bancos estaduais que se sentem confortáveis com esses clientes.
O objetivo explícito da KIND Financial é utilizar a plataforma em nuvem da Microsoft como base para seus serviços às agências guvernamentais. Uma equipe da Microsoft estará disponível para colaborar com seus clientes no aprofundamento nas particularidades das leis e regulamentos, enquanto ajuda a rastrear a cannabis legal com a finalidade de interromper a chegada do produto ao mercado negro.

Fontes: New York Times / http://www.nytimes.com/2016/06/17/business/dealbook/microsoft-following-the-clouds-to-offer-marijuana-tracking-software.html

MarketWatch / http://www.marketwatch.com/story/microsoft-gets-into-the-weed-business-2016-06-16

Check Also

Elisaldo Carlini e Gilberto Castro

Burrice ou estratégia?

Às vezes alguns acontecimentos nos fazem sentir tentados a criar teorias conspiratórias pois pensamos: “Isto …

error: Content is protected !!