Home / Montando grow room no box do banheiro

Montando grow room no box do banheiro

Grow room no box do banheiro passo a passo.

Digamos que você decidiu arrumar aquele box do banheiro de serviço que ninguém usa.
A primeira coisa a fazer é lavar chão e paredes com detergente e hipoclorito de sódio (QBoa ou similares) para evitar contaminação com bactérias e fungos.

Revestimento

Depois que o box do banheiro estiver seco, temos que revestir as paredes com uma película de papel de alumínio, Mylar ou qualquer outro laminado reflexivo.

Colocação lâmina reflexiva
Começe sempre por cima.

É importante destacar que não pode ser um espelho ou metal que reflita a luz de forma direta. Deve ter algum tipo de difusão da luz para que não se formem hot-spots que possam danificar as plantas.

Para colar o laminado às paredes, o ideal é utilizar cola de contato, aquela que se utiliza para colar cano plástico; você passa na parede e no papel, espera secar um pouco e aplica em seguida.
O ideal é cobrir o máximo possível da sua grow, desde o chão até a altura prevista das plantas para otimizar a iluminação. Eventualmente podemos revestir também o teto, mas, em geral, não é necessário.

Vedação

A próxima questão é vedar a janela.
Aqui, podemos utilizar uma madeira de compensado, placa de MDF ou similar.
Vamos precisar fazer dois buracos para a ventilação. Um para a entrada de ar e outro para a saída. Como o ar quente tende a subir, tendo a possibilidade, faça o buraco para saída na parte mais alta e o buraco para entrada de ar frio na parte mais baixa.
Faça com um compasso dois círculos de 15cm de diâmetro e corte com uma serra de calar (tico-tico) ou, dependendo do material, com um estilete mesmo.
Pode fixá-la na parede, na esquadria da janela ou encaixá-la no espaço aberto. Mas deve sempre fixá-la bem para prevenir que o vento não a derrube em cima das plantas!
A fixação pode ser feita com buchas e parafusos ou com algum material forte que cole por cima com a mesma cola de contato. Veja na figura.

Isolamento grow passo a passo
Isolamento usando o laminado.
Isolamento dos dutos.
Isolamento dutos.

Pode ser uma boa ideia colocar uma tela de mosquiteiro pela parte exterior, para evitar que insetos, folhas ou outros pequenos objetos entrem pelos buracos.
Nesses buracos vamos inserir uns tubos curtos que encontramos em ferragens ou lojas de construção, o nome é extensão de cano de esgoto de 150. Veja na figura.
Neles vamos conectar os dutos de ventilação, encaixando os arames da sua estrutura na parte de fora de cada extensão. Depois utilize bastante fita Silver Tape para vedar bem a junção e evitar que os dois elementos se separem.

Exaustor

Vamos escolher agora um local para a instalação do exaustor.
O ideal é que fique perto das fontes de calor e não muito longe da janela que estabelecemos como local para a saida do ar.
Dependendo do tamanho da sua grow e da potência das lâmpadas, pode ser necessário colocar algum tipo de ventilação que force a entrada de ar frio do exterior. Em geral não é necessário, pois isso ocorre naturalmente.

A instalação elétrica.

Montar grow no box do banheiro.
Clique para ampliar.

É possível eliminar boa parte do trabalho utilizando apenas uma extensão que será ligada em qualquer tomada que fique perto do local, mas é muito melhor ter uma tomada específica, onde você saiba que os fios que a alimentam tem a capacidade necessária para suprir os equipamentos instalados: lâmpadas, reatores, exaustores e ventiladores sem aquecer ou até, eventualmente, pegar fogo.

Tomada grow
Tomada 20 amperes

Podemos então instalar uma tomada de 20 amperes, devidamente alimentada com fios de 2,5mm. A tomada pode ser externa, se vc não tiver uma caixa embutida, e é bom colocá-la bem perto de onde estará a lâmpada, já que muitos paineis de LEDs, vem com um cabo bem curto e é difícil conseguir extensões adequadas.

Nessa tomada vamos plugar o timer com o qual você vai controlar o fotoperíodo. O ventilador e o exaustor podem também estar ligados nessa tomada se você deseja que tudo desligue ao mesmo tempo. Dependendo das condições climáticas pode ser importante que esses aparelhos permaneçam sempre ligados.

Iluminação

Agora vamos instalar a iluminação.
Se você optou por um painel de LED, é muito simples.
Com a furadeira faça um furo no teto, cuidando de evitar, acidentalmente, furar no local onde passam os canos da luz, coloque uma bucha e aparafuse um gancho que vai ser o suporte do painel.
Como é interessante poder controlar a altura, vamos passar um arame resistente pelo buraco do gancho e fazemos outro gancho na parte de baixo do arame. Este recurso é o mais simples, você pode bolar algum dispositivo mais sofisticado, mas esse serve bem aos objetivos.
Os painéis já vem com um sistema para pendurá-los, mas a altura não é graduável.
Se a opção foi por lâmpadas HQI é um pouco mais complicado.
O ideal é comprar um refletor que já venha com o soquete e com ganchinhos para pendurar.
Tem, inclusive, opções com cooltube que já vem prontos para conectar a um exaustor.
Vamos precisar também do reator com capacidade equivalente ou superior à potência da lâmpada. Se você escolheu uma lâmpada HQI de 250W o reator deverá ser de 250W ou superior.
Pode ser bom que o reator fique fora do box, todos os dispositivos elétricos geram calor, e nós devemos manter a temperatura abaixo dos 30° – o ideal está entre os 20° e os 25° – mas ultrapassar os 30° vai estressar a sua planta e prejudicar seu crescimento.

Testando o growroom

Em um dia luminoso entre no quarto o armário, desligue todas as luzes e veja se a escuridão é total. Todas as fendas, espaços, ranhuras, etc. que você possa ver, devem ser completamente vedadas.
Para testar a entrada e saída do ar, você pode acender um incenso, por exemplo e colocá-lo na entrada de ar, a fumaça deve ser desviada para dentro do espaço central, enquanto, ao colocar o incenso perto do duto ao que está conectado o exaustor, a fumaça deve ser impulsionada para fora.
Finalmente ligue as lâmpadas, ventilador e exaustor, coloque o termômetro e o higrômetro dentro e deixe fechado por uma hora ou mais.
A temperatura deverá estar entre os 18° e 25° e a umidade entre 30 e 50 (g/kg). É claro que as plantas toleram temperatura e umidade abaixo e acima destes números, mas é bom fazer o esforço de manter esses parâmetros pois variações muito acima ou abaixo vão sempre estressar as plantas e prejudicar o resultado final.

Veja o check list do que você precisa para montar a grow.

Grow room no box do banheiro passo a passo. Digamos que você decidiu arrumar aquele box do banheiro de serviço que ninguém usa. A primeira coisa a fazer é lavar chão e paredes com detergente e hipoclorito de sódio (QBoa ou similares) para evitar contaminação com bactérias e fungos. Revestimento Depois que o box do banheiro estiver seco, temos que revestir as paredes com uma película de papel de alumínio, Mylar ou qualquer outro laminado reflexivo. É importante destacar que não pode ser um espelho ou metal que reflita a luz de forma direta. Deve ter algum tipo de difusão…

Achou útil. Qualifique!

User Rating: 4.75 ( 8 votes)
error: Content is protected !!